domingo, 6 de junho de 2010

Sei lá...


Sei lá...
sentimento estranho de quem não quer dizer nada,
pensar naquilo que me norteei
e dirigir um absurdo dialeto em busca do amor.
Quando o dia nasceu eu ainda estava em transe,
mas o vento seco veio cortar minha boca,
veio sussurrar em meu ouvido uma canção de melancolia
e quando acordei era só vc ali na minha cama.
Delirante ser que um dia volta em minha mente,
toma minha alma,
resgata meus instintos
e descobre meu corpo em puro e límpido desejo de amar.


Mas estranho pensar naqulio...



... absurdo sentimento em busca do amor.
Ah o Amor....Pelo que percebo ele vai muito bem até a pagina 25...



...depois disso é sempre a mesma história.

Nenhum comentário: