terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Num canto escuro...



No canto escuro do meu quarto deixo vc ficar.
Quieto...
silencioso...
imperceptível pela manhã,
mas ali te tenho a noite toda
a me prover com delírios,
prazeres
e ilusões.
Há um espaço tranquilo
que não pode ser mexido quando o dia acontece.
Há um desalento humano
que chora a cada minuto de solidão.
Mas há tbm aqueles momentos felizes
em que os sonhos tomam sua forma mais pura e encontra um lugar acolhedor para se proteger da dor.



Então assim, deixo o escuro canto de meu quarto só para vc poder ficar para sempre em meu coração.

6 comentários:

Luiza disse...

E qual seria o melhor?
Esse espaço tranquilo que não pode ser mexido...
Os sonhos na sua forma mais pura?
Beijos

Renato disse...

Boa questão Luiza!
O que vc me diz?
Um grande bjo!

Karlla Faby disse...

Então...achei vc e passei no quarto escuro rsrs..

Renato disse...

Oi Karlla!
Nossa é uma honra ter vc aqui. Seja muito bem vinda a Este Canto.

Muito obrigado!

Um grande bjo!

ivone fonseca disse...

Então as vezes penso se é bom ter um conto escuro do quarto só ra nos esconder ou pensar, devanear... as vezes penso que se temos este canto então temos um espaço muito nosso o que faz estes canto ser mais q especial.. mas as vezes me indago se este canto não arrasta pra meu lado solitario aquele q me causa uma angustiazinha (q as vezes é bom claro)
Acho q o melhor é saber como usar este canto.. e será q sei?

Renato disse...

Oi Minha Querida!
É este canto escuro ele é meio perigoso mesmo pois ali vc pode recobrar suas forlas mas ao mesmo tempo pode se perder e não conseguir mais sair e muito menos deixar alguém entrar e quando vc menos espera tdo se perde. Por isso muito cuidado!

Um grande bjo querida!