quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Agora é assim


Se há um espaço que me permite voar
este se encontra nos olhos teus.
Pecado mortal...
na visão de quem ainda não experimentou o amor.
Ainda restou um último bombom,
de avelã, o que eu mais gosto...
mas o que eu sinto é a urgencia dos beijos teus,
da sua risada a me maliciar,
da sua respiração a me descontrolar.
Imapaciente uma infidade de pesamentos me tomam
quando sinto que se aproxima a hora de vc chegar...


eu estava em paz quando vc chegou...

mas agora é assim...

domingo, 26 de setembro de 2010

Aquarela


Queria dormir como uma criança.
Não acho que seja essa noite.
Quero fazer amor.
É a primeira vez que amo alguém dessa maneira.
As coisas se deterioram com o tempo,
a amizade também,
como tudo...
depois lamentamos não ter feito.
Você é tudo para mim.
Mesmo sem ser mútuo,

poderia se esforçar.
É isso que peço...
Se está acordado não me diga.
Vire-se para mim.
Farei seu coração bater junto do meu.
É tudo...

Por favor, acorde!


Este post na verdade não é um poema, trata-se de uma trecho do filme Watercolors (vão ter que assistir para saberam com é a cena, rsrsrsr). Por que resolvi postá-lo aqui? Porque diz simplesmente mais coisas do que eu poderia dizer... principalmente esta noite...

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sonhos


Há um risco em sonhar quando estou acordado.
Meu mundo gira em volta de um ser que nunca existiu
(mas que tem sido o único capaz de me tirar deste abismo que me encontro agora).
Seus olhos me fitam noite adentro me impedindo de dormir
e quando o dia nasce sobra apenas sua imagem estampada em minha retina.
Venha! Ser Imaginário,
seja uma realidade após o ultimo minuto de ilusão,
toma minha mão na sua,
leve-me aonde fores capaz de me amar,
resgata toda luxuria que há em mim
e com um beijo adormeça cansado sobre meu peito ainda ofegante.



Que merda! To sonhando acordado de novo....

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Espero que exista alguém




There's hope someone (Antony and The Johnsons)




Espero que exista alguém
que cuidará de mim
quando eu morrer, quando eu for


Espero que exista alguém
que deixará meu coração livre
bom para me segurar quando eu estiver cansado


Existe um fantasma no horizonte
quando vou pra cama
como eu posso dormir a noite ?
como poderei descançar minha cabeça ?

Oh, Estou com medo no meio do caminho
entre a luz e lugar nenhumeu não quero ser o único
deixado lá, deixado lá

Existe um homem no horizonte
desejando que eu vá para cama
se eu cair nos pés dele esta noite
permitirá que eu descance minha cabeça?

Então aqui está a esperança,
não me afogarei
ou paralizarei na luz
e pedirei que não quero ir
para selar a linha

Espero que exista alguém
que tomará conta de mim
quando eu morrer, Eu irei

Espero que exista alguém
Que deixará meu coração livre
bom para me segurar quando eu estiver cansado.





Engraçado como algumas coisas acontecem na vida da gente que até nos assustam. Quando estava voltando de férias, tinha acabado de entrar no ônibus, saindo da cidade onde mora meus pais, e a primeira música que tocou no meu celular foi esta. Vc deve tá se perguntando: Tá o que tem de tão especial nisso? Acontece que esta música eu já escutei ela milhões de vezes e sempre achei ela linda, mas quando escutei neste dia não sei pq ela me tocou de uma forma diferente das outras milhões de vezes que a escutei. Bem, como inglês para mim é como física quântica, tive que esperar até chegar em casa para poder achar a sua tradução. Quando eu li fiquei de cara, pq esta múscia tem mais sentido para mim do que eu imaginava, ela fla justamente do que eu procuro, do meu maior medo, enfim ela me descreve como não poderia me descrever. O engraçado é que pq só agora ela veio me tocar desta forma que chegou a me chamar a atenção para procurar a sua tradução? (confesso que nem todas as músicas em inglês que eu gosto é pela letra) Sei que estes dias de férias mudaram alguma coisa dentro de mim, mas ainda não consigo saber exatamente o é que mudou. E como diz a música:


Hope there's someone
Who'll set my heart free
Nice to hold when I'm tired

terça-feira, 6 de julho de 2010

Untitle #16




Se é para sangrar,
vou começar pelo meu coração.
Não vou mais te esperar.
Amanhã,
acordo cedo e arrumo minhas malas para nunca mais voltar
e sentir de novo aquilo que me trouxe aqui.
Deixo contigo o vazio que criaste em meu coração,
vou dizer aos ventos o que nunca tive a oportunidade de lhe dizer,
já que estavas ocupado em outras bocas.
Vou deixar que evapore pelos meus poros,
o seu cheiro,
que um dia inebriou minha alma
e hoje me intoxica o coração.
Partirei em pedaços o que restou
daquele velho e surrado amor.
Desconstruirei todo os sonhos que um dia criei
e assim conseguirei viver...

...feliz...




...sem te amar.



É, por mais que eu tente este tema teima perseguir minha inspiração. Sei que falta um incentivo maior para que um dia isto venha mudar, mas enquanto nada acontece...

sábado, 3 de julho de 2010

De repente uma coisa


De repente,
uma coisa nova se instala onde não se deve estar: meu coração.
Uma fúria indescritível de querer,
uma força inimaginável de estar
e uma capacidade inexata de ser.
Branco dia que eu te vi caminhar entre corpos inertes de prazer,
negros olhos que rasgam minha retina
e todas as cores juntas a libertarem sentimentos perdidos dentro de mim.
Ainda acontece outra coisa,
não fujo mais desacordado por entre beirais de precipícios(isso que eu não entendo!).
Agora deixo claro para o tempo,
que distingue o subjetivo do concreto,
que por mais que minha imaginação esteja recoberta de ilusões,
valeu o gosto doce de sonhar em te sentir...

...ao meu lado...


...por um instante.



Esta é mais uma daquelas tentativas de escrever positivo para ver se acontece. Tá, confesso que foi pensando em uma pessoa, mas confesso tbm que esta pessoa nem sabe que eu existo. Ah, mas o que seriam dos poetas românticos se não fosse o amor platônico?(já se achando¬¬) Enfim, quem sabe um dia né?

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Por falta de adeus, tchau!


Quando a noite caiu já previa o que poderia acontecer.
Fiquei quieto.
Desejei que o mundo a minha volta sumisse e
nunca mais voltasse.
Em minhas preces busquei com toda fé
um meio de me libertar do dias,
que em sonhos,
vc vinha me visitar.
Fico parado.
Não me movo,
na esperança de vc desistir e ir embora,
mas sinto em seu olhar o mesmo peso
que vc descarregou sobre meu ainda frágil corpo.
Meus músculos convulsionam numa reação incotrolável de espamos.
Acordo sentado em minha cama.
No rosto um frio suor escorre lento rasgando minha pele.
Uma lágrima que não vem sufoca minha garganta e
engasgado tento gritar.
Grito de horror que sai como um sussurro,
breve,
silêncioso,
dolorido.
Não, não venham me consolar nesta noite,
deixe que o dia amanheça como de costume e
leve em seu replandecer o amargo gosto da solidão.
Solidão que desejei nas noites sujas que insistiam em dilacerar minha alma
e que hoje amaldiçoo por não saber como me livrar mais dela.


É meus caros encantoados(nossa agora que descobri isso, lerdo prá cacete!) tamos aí de volta com mais um eximio textinho sobre esta maldita coisa chamada solidão. De boa: como dói isso! Parece até praga mas quando vc acha que pode lidar com ela, acontece sempre algo bem imbecil que te dá uma rasteira, te joga no chão e ainda pisa em cima. (Nossa que lugar mais comum isso, mas tdo bem). Enfim, acho que to desistindo de tdo mesmo, cansei de procurar alguma coisa que faça algum sentido nisso tdo, sou burro demais para conseguir entender o que há para se aprender com isso.(Se alguém disser que eu to fazendo drama vai levar um soco vlw?).

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ritos de passagem IV


Tá vendo que mulher gostosa aquela ali?
Qual?
Aquela ali na sua frente.
Junto com aquele menino bonito?
(a dor de um tapa na cabeça)
Cala boca moleque homem num acha outro bonito não!

domingo, 6 de junho de 2010

Sei lá...


Sei lá...
sentimento estranho de quem não quer dizer nada,
pensar naquilo que me norteei
e dirigir um absurdo dialeto em busca do amor.
Quando o dia nasceu eu ainda estava em transe,
mas o vento seco veio cortar minha boca,
veio sussurrar em meu ouvido uma canção de melancolia
e quando acordei era só vc ali na minha cama.
Delirante ser que um dia volta em minha mente,
toma minha alma,
resgata meus instintos
e descobre meu corpo em puro e límpido desejo de amar.


Mas estranho pensar naqulio...



... absurdo sentimento em busca do amor.
Ah o Amor....Pelo que percebo ele vai muito bem até a pagina 25...



...depois disso é sempre a mesma história.

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Um dia


E um dia eu vou estar limpo,
alma pura de um menino que corre livre
pelos campos ensolarados.
Um dia vou amar demais,
quanto mais caber em meu coração,
deixar que o tempo pare em cada toque,
em cada beijo,
em cada olhar.
Um dia vou ser livre das mascaras
que escondem meu rosto e
sufocam na garganta um grito de liberdade,
vou dixar que minha alma siga seu rumo certo e
nunca mais ninguém impedir de ser quem eu sou.


Ainda sobra uma restia de esperança de que tdo isso aconteça....



... um dia.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Pedaços




Vou me destruir até o próximo segundo,
recompor cada pedacinho de mim deixado na estrada sem fim que me jogaste.
Canto uma canção sem sentido
para espantar o medo de estar sozinho nesta noite escura.
Um dia,
em que estive em qq lugar longe daqui,
experimentei o amor na sua forma mais pura...
agora minha ansia se tornou remota àqueles tempos em que acreditava ser feliz,
momento de pura tensão,
extase,
desejos realizados e...




.... desilusão a porta de um realidade que não foi escrita para mim.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Segredo


Venha... me abraçe,
meu corpo livre precisa dos seus braços a me aprisonarem nesse conforto,
minha boca precisa do teu ar a me restituir os pensamentos impuros,
minha pele precisa do seu toque a descontrolar os meus sentidos,
meu .....


...bem isso eu te falo depois...

...só para
vc.


Bem, para quebrar um pouco o gelo deste Canto, to postando este poeminha (meio bobinho eu sei) só para descontrair um pouco.

terça-feira, 18 de maio de 2010

LUTO


ESTE BLOG ESTÁ DE LUTO POR TODAS VÍTIMAS QUE SOFRERAM E QUE SOFREM COM O ABUSO SEXUAL INFANTIL E ADOLESCENTE. ISSO TEM QUE ACABAR!
18 DE MAIO DIA NACIONAL DE LUTA CONTRA O ABUSO E EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES


CONVIDO A TODOS OS PARCEIROS DA BLOGOSFERA A DIVULGAREM ESTA CAMPANHA

domingo, 16 de maio de 2010

Não, eu não vou mais esquecer...


Eu só pedi um pedacinho de atenção,
mas vc roubou tudo que era meu.
Vendeu meu futuro numa feira de mortos do outro lado do oceano
e como esmola doou toda sorte de amar que eu poderia ter.
Não, não me diga que não é verdade,
pq das suas brincadeiras se fez o caminho de dor
que me levou até este abismo,
pq um dia me atiraste neste escuro canto de um porão gelado...


...para eu nunca mais me lembrar que eu existo.


Este é um poema que escrevi janeiro e que tava guardado pq não sentia que deveria postá-lo naquele momento. Acontece que a alguns dias atrás algo muito importante aconteceu na minha vida e agora acho que ele faz sentido estar aqui. Não vou detalhar o que de fato aconteceu, foram pequenas coisas que começaram aparecer do nada e que me chamaram atenção, me fizeram acordar de um estado de cegueira que não me permitia mais enxergar um palmo a minha frente. Para as pessoas que me deram estes sinais pode até parecer estranho pois sei que fizeram sem esta intenção (é sobre isso que te falei Lukas naquele coment que fiz na Cela, pq vc foi uma destas pessoas meu irmão), mas para mim foi de uma importância gigantesca, pois quis acreditar que conseguiria viver a minha vida livre do meu passado, esquecer que um dia ele existiu mas estas pessoas me fizeram ver uma coisa: EU JAMAIS VOU PODER ESQUECER! E por isso eu só tenho uma coisa a lhes dizer: MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO! Não meus queridos, não vou desfiar um rosário de lamentações pelo que me aconteceu e me fazer de coitadinho, mesmo pq pela primeira vez sinto que há sangue correndo em minhas veias, sinto que posso seguir em frente e ao contrário do que me fizeram um dia acreditar, eu posso sim amar e ser amado. Só uma coisa eu não posso de jeito nehum deixar de fazer: EU NÃO POSSO NUNCA MAIS ESQUECER! Sei que isso para alguns pode parecer estranho e pensar:
"nossa como ele não quer esquecer o que ele passou? isso é masoquismo"
"ele tá é fazendo drama para chamar atenção"
"isso é desculpa que ele tá usando, pq na verdade ele gostou disso e tá arrumando uma desculpa"....
E assim por diante, um monte de frases idotas (que por sinal to cansado de escutar) de pessoas que sequer imaginam o que é ter a alma dilarecerada, a vida arrancada de dentro de vc quando vc estava apenas começando a viver, de se olhar no espelho e só enxergar um zumbi que vaga pelos dias sem sentido nenhum para viver, e por ai a fora que só entende o que eu estou falando quem infelizmente passou por isso. Mas enfim, já to saindo do assunto, só queria mesmo agradecer estas pessoas que trouxeram de volta as cores para minha me lembrando que não devo jamais esquecer.



segunda-feira, 3 de maio de 2010

Num canto escuro de um quarto...


Lágrimas que escondo debaixo do meu travesseiro para que ninguém veja o gosto amargo que ela me trás. Noite de sombras em desaquecimento da alma que paralisa toda a minha existência num caminhar de nuvens. E no fim do arco íris vou encontrar um por do sol magnifico despejado sobre um beijo que não quer parar. Mas o horizonte não se pode tocar e te ter se tornou um impossível jogo de não ter fim. Assim carrego montes e montanhas para me libertar dos sonhos que invadem minha cama numa noite fria de solidão.


I'm back! Depois de longe e tenebroso verão ( é verão mesmo pq eu adoro o inverno) volto ao meu canto. Acho que nunca fiquei tanto tempo longe daqui como fiquei agora, mas desta vez não tinha como continuar. Na verdade quando resolvi sair daqui eu estava decidido mesmo a fechar de vez este canto de vez, mas graças ao meu irmão Lukas resolvi apenas dar um tempo. Bem, num sei se isso é bom ou ruim pq agora vcs vão ter que me aguentar por aqui. kkkkkkkkkkk
Mas falando sério, na verdade acho que não seria justo eu desaparecer de um local onde conheci muitas pessoas que se tornaram muito especiais para mim, pessoas que realmente se importaram e se importam com o que eu tenha a dizer. Sei que nunca vou poder agradecer pelo que vcs fizeram e fazem por mim, por isso só posso deixar aqui o meu MUITO OBRIGADO!
Tá, chega já to melodramático demais.
Ah! só um detalhe, seguindo o conselho do meu irmão Lukas não vou mais importar com opiniões alheias que não são capazes de entender os sentimentos que passam dentro da gente, respeito cada uma, mas isso não vai me impedir mais dizer o que eu sinto.

Um bjo a todos e aos poucos estarei pondo em dia o coments nos blogs que eu adoro.

domingo, 28 de março de 2010

Ridi pagliaccio


Sob o riso fácil de não querer desejar alguém em especial, fragmento o dia em poesias de amor. Aonde foi parar aquilo que nunca prosseguiu por medo de ter que me entregar a alguém? Cada canto tem uma musicalidade inexata quando se pensa em deitar numa cama vazia de desejos. Ontem tive um aviso que vc estava aqui, mas num lugar em que não podia te alcançar, então me deixei cair pelas ruas em busca de outra companhia que não me deixasse marcas de uma noite de amor perdida. Então liberto meu riso nem tão fácil assim...




... para esconder sobre ele a dor de não saber ainda onde está vc.

domingo, 21 de março de 2010

A beleza do gesto



Você já Amou?

Pela beleza do gesto.
Você já mordeu?
A maçã com todos os dentes?
Pelo Sabor do fruto
A sua doçura e o seu gosto.
Já se perdeu algumas vezes?

Sim, eu já amei
Pela beleza do gesto.
Mas a maçã era dura,
e quebrei os dentes
Essas Paixões imaturas,
esses amores indigestos
Deixaram-me mal disposto
algumas vezes

Mas os amores que duram
Tornam os amantes exaustos
E o beijo deles demasiado maduro,
apodrece-nos a língua

Os amores passageiros,
têm febres fúteis
E o beijo demasiado verde
Esfola-nos os lábios
Porque ao querer amar
Pela beleza do gesto,
o verme da maçã
Escorrega-nos entre os dentes
Ele roe-nos o coração,
o cérebro e o resto
Esvazia-nos lentamente

Mas quando ousamos amar
Pela beleza do gesto,
esse verme na maçã
Toca-nos o coração,
o cérebro e deixa-nos
O seu perfume lá dentro

Os amores passageiros,
fazem esforços inúteis
As suas carícias efêmeras,
cansa-nos o corpo

Os amores que duram
Tornam os amantes menos belos
As suas carícias usadas
Dão cabo de nós


E vc já amou pela beleza do gesto? E a maçã era dura ou tinha um sabor doce?


sábado, 27 de fevereiro de 2010

Ritos de passagem III


Meu filho, vc tem que escolher sua profissão pelo que vc gosta.
A então já sei o que vai ser.
Serio? Me conte...
Vou fazer cinema.
Vc tá ficando louco? Vc tem que fazer medicina! E não me desobedeça!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

A maçã


Já estive desesperado por sua boca, hoje me encanto mais com um pedaço de maçã.
As vezes ainda aproximo de vc no meu pensamento e logo me lembro dos seus lábios a despertarem os mais impuros desejos, sua respiração a tocar de leve minha face, suas mãos a me apertar contra seu corpo, os olhos fechados e...


Por isso hoje me encanto mais com a maçã...



...pois assim posso sentir de novo o gosto de sua boca.


domingo, 21 de fevereiro de 2010

Ritos de passagem II


Hoje eu conversei com a mãe daquele seu amigo que é gay.
E daí?
Ai coitada estou morrendo de dó dela...
Nossa mas pq mãe?
Já pensou que decepção para vida dela? Prefiro ter um filho morto do que ter um filho gay.
(nossa será que eu devo morrer então?)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Ritos de passagem I






Engole tdo de uma vez.
Mas é amargo.
Não interessa, para ser homem tem que saber beber.
(o rosto retorcido)
Pronto.
Agora vai deitar que num é hora de criança estar fora da cama.



Ritos de Passagem são uma série de historinhas que me vieram a cabeça e que tiveram alguma relevância em minha vida. Ainda num sei onde isso vai parar. Então, como diria Jim Morrison :


Is everybody in? The ceremony is about to begin!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Untitle#15

Por motivos adversos a decisão deste que vos fla este blog se encontra...




...AS MOSCAS

domingo, 31 de janeiro de 2010

Shiiiiiiiiiii!!!!!!


SHHHHHHIIIIIII!!!!!!


Meu coração dorme. Cansado, fustigado, dilacerado em processo de regeneração. Quando partiu nesta batalha se dizia preparado, incapaz de se render aos mais sórdidos impulsos que poderia encontrar pelo caminho. Deixou de lado a armadura de ferro que o manteve isolado do mundo, botou um sorriso na cara e deixou que sua pele exalasse o perfume de quem deseja.
Mas teve aquela noite que morreu num bjo;
teve o olhar desnorteado da traição no próximo segundo;
teve as palavras mais doces que escorreram amargas na boca de um outro qualquer;
teve o silêncio perdido numa ilusão sem volta...



...Por isso agora ele descansa para seguir a sina de seu nome e retornar ...



NASCIDO DE NOVO

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

No escuro


Há um escuro em minha mente que não quer passar. Lembranças de um passado
perdido,
violentado,
marcado... atos que não imaginaria acontecer.
Era só uma inocência que veio do fundo da minha alma e me jogou num abismo de quase não ter fim.
Máscaras foram forjadas a ferro e sangue,
desejos trancados no fundo de um porão úmido de lágrimas por ter medo de lutar.
Agora vejo apenas a escuridão do meu quarto se abrir em dores que me despertam um instinto de não querer mais amar.
Poemas que sobram sobre a cabeceira de uma cama vazia,
lar desfeito na cegueria de não querer aceitar,
e mais um dia vou caminhar sozinho por ruas que não sei onde vão dar, pq há um passado escuro em minha mente que sei...


...nunca vai passar.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Num canto escuro...



No canto escuro do meu quarto deixo vc ficar.
Quieto...
silencioso...
imperceptível pela manhã,
mas ali te tenho a noite toda
a me prover com delírios,
prazeres
e ilusões.
Há um espaço tranquilo
que não pode ser mexido quando o dia acontece.
Há um desalento humano
que chora a cada minuto de solidão.
Mas há tbm aqueles momentos felizes
em que os sonhos tomam sua forma mais pura e encontra um lugar acolhedor para se proteger da dor.



Então assim, deixo o escuro canto de meu quarto só para vc poder ficar para sempre em meu coração.

domingo, 3 de janeiro de 2010

Untitle #14


As sombras que cruzam o meu espaço me lembram o quanto ainda busco por este amor recolhido. Escondi ele no fundo de um armario em busca de sentimentos que não doam tanto quando penso em vc. Só bastava um toque, um olhar, uma palavra qq para me dizer o que os sonhos vem me revelar no meio da noite quando febril acordo em devaneios por crer que vc poderia estar ali. Mas não, vc foi dormir em outros campos longe deste espaço delimitado chamado: minha cama. Então brinco com as sombras que formam sua imagem sobre meu lençol...



... pelo menos, com elas, posso sonhar que tenho vc.

Primeiro post do ano de 2010. Tá bom, sei que vc ta vendo e num tem nada a ver isso, mas tdo bem...