segunda-feira, 5 de outubro de 2009

E se um dia eu fosse embora?



E se um dia eu fosse embora?... tava pensando nisso hoje.... talvez deixar prá tras todas as angustias e lamentações, buscar correr em campos de ilusões perdidas e criar meu mundo paticular, para só, enfim poder viver.

E se um dia eu fosse embora?... tava imaginando isso hoje... talvez deixaria um vazio neste lugar comum onde as persepções estão voltadas para aquilo que apresentamos ter? revelaria pelo menos uma vez a dor que sinto agora e que por mais explicito aprecça não é vista por aqueles que me rodeiam?

E se um dia eu fosse embora?... tava devaniando nisso hoje.... talvez descobriria onde se esconde meu verdadeiroa amor, em que olhos brotariam lágrimas de arrependimento por não ter se aproximado de mim.


Mas se um dia eu fosse embora...

11 comentários:

cristiane machado disse...

Se um dia vc fosse embora talvez coseguisse obter respostas pra suas perguntas infindas.
Mas acalme-se no agora e viva sem olhar pro lado.
Bjs.

Moni disse...

Quem nunca pensou em ir embora?
Cair no oco do mundo, sem hora pra sair ou pra chegar, sem ninguem pra perguntar?!
Quem nunca pensaou em ir embora, e possuir a tal liberdade tanto almejada, acho que todos desejaram largar tudo e criar uma nova vida .

bjos

cristiane machado disse...

Tem selo te esperando lá no meu blog, bjs.

Luiza disse...

Olha querido, que vontade poder dar essas respostas, mas infelizmente é uma decisão que só a gente pode tomar. Ai vem outras perguntas, e se eu for e não alcançar o que esperava, e se eu não for e me arrepander de não ter tentado.
Temos que viver o agora, mas e para enfiar na nossa cabeça para deixar as coisas acontecerem naturalmente sem pensar nesse lance "e se eu fosse embora".
Não sei, estou meio que no mesmo barcoe o "e se" me atormenta dia a dia.
Beijo e faça o que seu coração decidir...

ivone fonseca disse...

"E se um dia eu fosse embora"... o q restaria né meu amigo, lembranças, remorsos, lagrimas aflitas ou até mesmo de consolação... mas se fores embora como saberás?
Um dia todos acordamos querendo ir embora, partir sem rumo ou com rumo certo (pq não?), só nós esquecemos q juntos a nós vai nossa cabeça e nossos sentimentos, td q pensamos e angustiamos.. então não é o lugar onde estamos e sim o que fazemos deste espaço... as vezes pequenos de mais só desejamos o fim do mundo como também queremos um mundo mais amplo qdo nossa felicidade não nos cabe no peito... somos tão estranhos não é mesmo?

(E q merda existe alguém com mais sorte do q nós q esta tendo um infarto fulminante neste momento (brincadeirinha é q vi isto num filme e não queria perder a oportunidade de usar rs))

Te amo meu prof mais paciente do munod.. e grd amigo da madruga... rs

Ida disse...

"E se um dia eu fosse embora?."

Seria tao bom ir embora se as lembrancas recodadacoes nao fossem junto, se pudesemos apagar tudo e recomecar do zero, as recordacoes fazem parte de nossa vida e de uma certa forma nos ajuda a crescer e a caminharnos, seguir em frente apesar de tudo.
Renato te admiro tanto, pela sua luta, pelo seu jeito de ser vc nao faz ideia do qto.
Bjos meu querido amigo

erickbenetnasch disse...

Ir embora, esta palavra não existe no dicionários de almas supremas, não existe. Recomece do fim enão do começo!Lindooooo

Tânia Souza disse...

As vezes, essa vontade de ir embora é deixar-nos, nós de nós mesmos, encontrar talvez aquele eu perdido lá trás, ou aquele que seriamos em outros caminhos, apenas ir ir e ir, mas, acho que por mais que andemos, estamos sempre conosco, ir embora pode ser apenas redescoberta. Já estava com saudade de ler aqui, abraços e nada de ir embora...

Ricardo Calmon disse...

'Belo texto,num 'fugir de si mesmo",meu bom escriba Renato,amar e de si cuidar,é a melhor maneira de se encontrar,poeta e escriba,migo nosso!

Viva Vida

Ricardo Calmon disse...

Beleza pura,Renato,interação essa,o verdadeiro e real "virtual",o compartilhar,as mãos dar,!SIEMPRE E A TODAS LAS HUERAS!
Ps:ocupado,tulmutuado,ok,mas...bloqueado?como assim,migo recente,mas caríssimo mio!?????????????
Persona escriba,como tu,amalgamado com poeta visceral que és,escrever,tienes,para a vida ,do sofrimento entre acontecimentos outros,louvar,e intensamente desfutar!tosos ,história tiemos,mon amie,io,inclusive!como visceral ateu que soy,graças a mon bon dieu,as mãos te rogo,suas,que pinte,em dígitos formas,a geografia da alma ,de vida sua,da escrita através!

Te abraço!
Te referendo!
Mãos amigas,à disosição sua,além de campos oráculo meu,de girassois!

Viva Vida!

Clarinhaaa disse...

Cadê vc?????

volta voltaaaaaaa....

bjs
(é um puxão de orelha)