quarta-feira, 10 de junho de 2009

Meu jardim







Eu me apego em flores,
que com seus espinhos me fazem sangrar,
manchando de solidão
cada tentativa de ser amado.

Eu me apego em flores,
que cobre de negro minha sepultura
onde me enterreram ainda vivo,
antes mesmo de saber o que era a vida.

Eu me apego em flores,
que nasceram tão distantes, que minha vista não pode alcançar
mas que exalam um perfume tão doce
que alivia minha alma quando estou só.

Eu me apego as flores plantadas nesse jardim caótico e solitário chamado minha alma.

10 comentários:

Clarinhaaa disse...

venho iluminar esse canto escuro do seu quarto!!!

Que delicia de texto...
adorei..
e fiquei mais feliz ainda de ter terminado colorido!
=)

beijos

Luiza disse...

Suas palavras como sempre, tão delicadas, vou até dizer que mesmo escritas de tão distante, tenho a honra de minha vista poder alcançá-las.
E as tenho como flores, que exalam um perfume doce me aliviando a alma.

Ah...como gosto de estar aqui, poder vir um monte de vezes, mesmo me atrapalhando e fazendo o comentário no post errado, como já aconteceu, mas valeu a pena, ganhei um sorriso, até poderia ter negociado com o preço dos direitos autorais né? Perdi a chance!!
Beijo de flores para vc.

ivone fonseca disse...

O bom de se ter um jardim é q não precisamos esperar pelas flores ja q a cultivamos dentro de nós, sendo assim por mais vazio e solitario que sejam nossos momentos a sempre um flor q nos fara companhia... so pra deixar registrado "o céu é lindo por causa de uma flor q não se ve.."(antoine de Saint-exupery em seu pequeno principe)

Erick H Benetnasch disse...

Amigooooooo. Quanto sentimentos... Obrigadoooo.Lindo

Renato disse...

OI Minha Querida Clarinha!
Vc nossa que maravilha ter sua luz aqui(ainda mais de alguémq eu tem luz até no nome, rsrsrs)
Um grande bjo para vc e muito obrigado por estar aqui!

Renato disse...

OI Luiza!
Agradeço aos elogios, e me sinto imensamente feliz que minhas palvras soem com um pefume para vc. Isso é me dá forças para não desistir de escrever mesmo quando me some a inspiração.
Obrigado minha querida pelo bjo perfumado e cuidado que to fazendo uma listinha com os direitos autorais que vc ta me devendo.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Bjos!

Renato disse...

Oi Minha Querida Amiga Ivone!
Sim, num tinha pensado por este lado, mas é graças a flores como vc que não me deixam ficar sozinho neste canto trazendo vida para este jardim.
Linda a frase que vc mandou.
Um bjão florido para vc!

Renato disse...

OI Meu Amigo Erick!
Eu que lhe agradeço por estar aqui, vc sabe o quanto eu o admiro e é uma ter vc aqui.
Um grande abço meu amigo!

idars disse...

Eu me apego em flores...que exalam um perfume tão doce..que alivia minha alma quando estou só.

Oi Renato, finalmente consegui..rs
Sempre temos uma flor, ou o perfume dela que nos acolhe, acalenta, por mais escuro que seja o canto do quarto o perfume consegue chegar devagar penetrando nossa alma e coracao trazendo alivio a paz tao almejada.
Bjos gde

Renato disse...

OI Ida!
Nossa que maravilha ter vc por aqui, como diz o Lucas esse meu blog xenofobico tá uma merda. rsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsr
Sim Ida tem flores que por mais escondido que vc esteja conseguem chegar com sua fragrancia doce para nos confortar.
Adorei ter vc aqui.
Um bjão!