quarta-feira, 11 de março de 2009

Vários pedidos, uma ordem


Vc pode me fazer uma coisa?
Quero que olhe nos meus olhos.

Mas tem que ser com um olhar firme, verdadeiro e com vontade... muita vontade...
Quer sentir uma coisa?

Sinta meu coração.

Mas tem que ser com o seu coração, colado ao meu no mais silencioso contato.

Posso te pedir uma coisa?
Quero um beijo seu.
Mas tem que ser um beijo daqueles roubados, que assustam e deixam a alma fora do lugar.



Quer saber de uma coisa fecha os olhos, chega mais perto e me beija logo!

8 comentários:

Borboleta de sonhos disse...

Adorei!!!!
Impossível ler e não sentir vontade de beijar, rss.
TE ADORO, Rê!!

Renato disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ai Jú só vc mesmo.....
Vc é demais!
te adoro tbm!
Bjos!!!!

Elcy disse...

Presentinho pra ti no meu blog.
(ÉS MUITO MERECEDOR)

denisd disse...

Fazia um tempo que não passava por aqui, mas percebo que continua escrevendo muito bem.

Parabéns!

Renato disse...

Oi Elcy!!!
Adorei o presente, nossa me sinto lisonjeado com tamanha honra. Obrigado!!!
Bjos!

Renato disse...

OI Denis!!
Obrigado pelo elogio, tenho acompanhado seus textos e cada vez mais gostando do que vc escreve pena não poder comentar....
Mais uma vez obrigado mesmo.
Um abço!

litafigueiredo disse...

Lindo, lindo, lindo!
Essa mistura de súplica e autoritarismo mostra o amor paixão, aquele que hora se está dominado pelo desejo e hora domina-se pelo mesmo desejo, nem que seja de um simples, mas intensamente desejado beijo.
Amigo escritor, amigo poeta, vc sabe que arte é arte e cada um a sente de uma forma particular, não se impressione, se a minha forma de ver o que vc escreve nem sempre tenha a ver realmente com o que vc quis escrever ou sentia ao escrever. Não digo isso apenas por esse comentário, mas por todos aqueles que já fiz e que continuarei a fazer...
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!
Tive que rir agora. Quanta pretensão minha achar que estou gabaritada para comentar seus escritos, analisando-os. Mas não ligue, amigo, é vício mesmo. Sou viciada em fazer as minhas interpretações do que leio...bem, tbm tenho meus devaneios!!!
Amigo, na verdade, eu sinto aquilo que leio e gosto ou não. O que vc escreve eu ADORO e amei "Vários pedidos, uma ordem".
Ah... antes que eu me esqueça, a Paula tem toda razão, ficou maravilhosa essa nova apresentação do seu blog!
Beijos! Prometo escrever menos da próxima vez!!!

Renato disse...

Minha Querida Lita!
Vc não imagina o quanto é importante para mim saber o que cada pessoa sentiu ou entendeu dos meus textos, ainda mais uma pessoa tão inteligente e culta como vc, pois é isso que me faz cada vez mais querer escrever. As vezes acontece mesmo de alguma pessoa entender algo completamente diferente do que eu escrevi mas é ai que eu acho que está o barato de se escrever, vc poder proporcionar interpretações diferentes em cada pessoa, despertar sentimentos diferentes nelas.( Já to me sentindo o escritor e é culpa sua viu? rsrsrsrsrsrsrrssr)
Muito obrigado pela gentileza e de sempre estar por aqui.
Um grande bjo!