domingo, 11 de janeiro de 2009

Tempo


Eu vou ter que pagar o preço. Agora é tarde para voltar atrás, bem lá atrás..., incompleto, sussurrante, memórias do que um dia eu fui. Agora vejo na beira do asfalto um corpo estendido. Não, não está perdido o tempo, apenas foi um arranhão que fez sangrar a alma e atravessou com força o meu coração. Mas eu não sei amar, se lembra? Eu não sei estar aonde vc for. Então fico aqui esperando o tempo passar até o dia voltar a nascer depois de mais uma noite sem vc. Falta uma coragem em mim capaz de fazer com que o mundo desapareça a minha volta e faça vc chegar até aqui. O relógio ainda tem a cor que sonhei, mesmo que o tempo insista em não trazer vc para mim.

2 comentários:

Pensadora disse...

"O tempo é muito lento para os que esperam
Muito rápido para os que tem medo
Muito longo para os que lamentam
Muito curto para os que festejam
Mas, para os que amam, o tempo é eterno."

William Shakespeare

Renato disse...

Oi Paula!!
que comentário perfeito, mas tbm o qu eu to dizendo né? Shakespeare é sem comentarios, quando eu crescer quero escrever como ele.kkkkkkkkkkkkkk
Bjos e obrigado pela visita