segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Está chegando o dia da minha morte


Está chegando o dia da minha morte.
Maldito nome que me leva ao inferno
para depois me devolver do céu
como um recém nascido.
Mal formado,
incompleto,
sem emoção nenhuma.

Está chegando o dia da minha morte.
Ato final de um ciclo
que se repete insistentemente
desde que me mataram pela primeira vez.
Morte silenciosa,
secreta,
estúpida,
e violenta no fundo de um quintal.
Renascimento doloroso,
sujo,
vergonhoso,
e solitário em noites insones de medo.

Está chegando o dia de minha morte.
Não precisa preparar seu traje mais elegante de luto,
não precisa derramar uma lágrima sequer,
muito menos jogar uma rosa sobre minha sepultura.
Basta olhar em meus olhos opacos,
tocar minha pele gelada
e me envolver em um abraço,
confortante, seguro e afetuoso,
quebrando esse ciclo vicioso.

Por isso grito bem alto:
O DIA DA MINHA MOTE ESTÁ CHEGANDO.

4 comentários:

Lucas Nietzel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato disse...

É meu irmão, quando os demônios acordam é preciso reunir o máximo de forças para poder exorciza-lo. rsrsrs
Obrigado vc sabe o quanto me seinto feliz em saber que vc gosta do que eu escrevo.
Com certeza quando formos vamos juntos.
Um grande abço!!!

Gê Gaia disse...

Olá meu amigo!
Estou como vc - aguardando o dia da minha morte- mas espere um pouco até que eu tenha chance de conhecê-lo.
Combinado assim!
Vc escreve lindamente com tudo que tem na alma!
Bjim no coração.

Renato disse...

Gê Minha Querida!!
Saudades de vc!!
pode ter certeza que que antes de minha morte chegar farei de tdo para nos conhecermos.rsrsrs
Muito ebrigado!! Como sempre vc é muito gentil.
Um grande bjo!!